quarta-feira, 12 de maio de 2010

JOÉSIA RAMOS - Artista homenageada no FORRÓ DO CODAP / 2010

Imagens e informações sobre a Cantora e Compositora JOÉSIA RAMOS que será homenageada dia 12 de junho no FORRÓ DO CODAP / 2010 - Colégio de Aplicação da UFS




A cantora e compositora Joésia Ramos, nasceu em Aracajú - Sergipe, em 1959, apaixonada por música desde sempre, apareceu no cenário musical sergipano no ano de 1981, quando participou do 1º FSMPB, desde então vem produzindo canções nos mais variados ritmos e estudando as suas raízes, na busca de uma linguagem que expresse a sua cultura e o seu tempo. Com dedicação especial a musicar poesias, tem gravados:

Em 1984 LP Êta Nóis (em São Paulo), onde participa com duas faixas, Amor Roxo e Barcos e Beijos, ao lado das amigas Luli e Lucina, Ney Matogrosso, Jean e Paulo Garfunkel, Bené Fonteles, Miltinho Edilberto e a Marta Strauch.

O 1° CD "De Passagem", gravado em Aracaju em 1997; em 1999, dirige e grava algumas faixas do CD" Grupo Imbuaça 20 anos de Teatro de Rua", para quem compõe trilhas faz 20 anos. Em 2001 grava o CD"Noites de Forró" (Joésia com o forró da rabeca).

Em 2007, grava música sobre poesia no CD "Levante-se Amor" (Joésia canta Maria Cristina Gama).

Com composições gravadas por diversos cantores sergipanos, como o Rubens Lisboa, Chico Queiroga e Antônio Rogério e ainda Amorosa, e por artistas como a Lucina (RJ), Penha Pinheiro (SP), e o grupo, Saísse e os bois (RJ).

Desde o ano de 2001, faz o Forró Rabecado, onde mistura suas composições à dos mestres da cultura popular: Luiz Gonzaga, Jackson do pandeiro, Dominguinhos e Alceu, Marinês e Elba e por aí vai a noite... O Forró Rabecado, é de natureza lírica e extremamente dançante e foi criado com o espírito dos bailes e das festas de terreiro.


Parcerias


Quando musico em parceria:
poema me pegou,
poeta é o meu fio condutor e meta.
Entro naquele mundo de palavras,
tento colar minha alma naquela,
voar para cima e por dentro.
É muito lindo e intenso!
Me acompanha na solidão com sua visão
e me torno a voz do seu pensamento.
Dou voltas pela sala de alegria,
choro, quando é belo e triste.
Dos meus parceiros e queridos amigos,
sinto-me cúmplice na entrega,
por eles sinto essa ternura imensa!

Com Maria Cristina Gama, minha querida parceira e poeta, comecei a compor faz 27 anos, e temos mais de uma centena de músicas e outro tanto igual de noites regadas a melodias.

Com a Luhli, temos ovos de ouro, pérolas e pétalas perfumadas, poucas e boas músicas e inesquecíveis momentos de criação e alegria!

Com Jade Leão, parceira de música e vida, os reggaes, bois e carimbós firmaram ritmo em mim.

Com o Grupo Imbuaça de teatro de rua, em 20 anos de composições de trilhas para suas montagens (As Irmãs Tenebrosas, A Farsa dos Opostos, Os desvalidos).

Com a Maria Lúcia Dal farra, um universo de poesia se abrindo em portas para infinitos e inusitados sons e imagens e nova alquimia.Paixão pelo seu Livro de Auras e outros poemas inéditos belíssimos!

Com Francisco J. C. Dantas, tomo o caminho de casa e volto às raízes. Ao musicá-lo, em seu romance Os desvalidos, duplo prazer: fazer a triceria com Dal Farra e Francisco J. C. Dantas. e pelo tanto que me remeteu à infância, de volta ao futuro.

"muito nave, muito nave, muito nave..." ( fragmentos de poema de Maria Cristina Gama).

Bem, deu pra ver:
Amo meus parceiros, de paixão!

DISCOGRAFIA












0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial